top of page
  • Foto do escritorirenegenecco

Poeminha dormente

Uma porta que se fecha e que aquieta

outra porta que desperta para dentro.

Dobradiça de portões que ao som da brisa

espreguiça da tu’alma a sombra esguia.

Dorme doce’mente à luz da lua

que a palavra lenta mente silencia.

Amanhã?

Será outra língua...



Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page