top of page
  • Foto do escritorirenegenecco

Homo sapiens

Atualizado: 5 de jun. de 2023



Dmitriy Belenovsky


As vozes noturnas me falam

que sou única

a espreitar na janela dos mundos.

O grilo corta a vidraça

com seu grito trans’lúcido,

as avencas pesam,

as samambaias pendem sob o corpo da noite,

as laranjeiras dormem,

as bananeiras sussurram contra o muro.

As plantas todas se recolhem

à consciência de raízes, só.

Dentro do meu quarto,

quatro paredes de um útero inerte,

indago até onde viajará o som,

onde será sua morada?

Commentaires

Noté 0 étoile sur 5.
Pas encore de note

Ajouter une note
bottom of page