top of page
  • Foto do escritorirenegenecco

CONCRETISMO




Foto de Gus Moretta na Unsplash

Saudade não é só uma palavra.

Vibra nalgum lugar no meu corpo

E se expande de tal forma

Que já não sei mais se sai de mim,

Ou se está fora e vem das coisas

Que já não são.

Aquele espaço que se forma quando se estende os braços

E se fecham em círculo:

Pronto! Eis a saudade...

Mas não é nada disto.

Não há palavra que a defina,

Toda a explicação a reduz

E o que resta é arremedo.

Pôr na ausência a fantasia

E dar corpo liquefeito

Ao gesto sólido e concreto.

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page