top of page
  • Foto do escritorirenegenecco

Camaleão

Atualizado: 2 de dez. de 2023


Foto de David Clode na Unsplash

Quando cheguei me assustei, chorei.

Mas sei, alguém me deu abrigo

me escondeu do perigo

me acalentou, me contou

do que o mundo tem -

mal ou bem - e me disseram

é tu que escolhe, te encolhe

porque tem raios e trovoadas

tombos e pancadas.

Ninguém me avisou porém que o bem

é perder ou ganhar neste mar de disputa

onde a luta nem sempre é igual

onde se fundem açúcar e sal

e se confundem.

Disto tudo chega já um eu medonho

encolhido, tristonho

que me encobriu de cerração.

Dispo o corpo e vou pro sonho,

morada do coração.

O tempo passa como fumaça

e me engas’go on!

Agora sei, vou partir

vi há pouco tempo um ter que ir

sem parir a eternidade

que tanto espero.

Porque jovem nunca acha

que é consigo esta acha de lenha dura

que perdura na aberração de morrer,

crer que tudo tem um fim. Sigo.

Prossigo mal-educado

proclamando aos 4 ventos:

- Cacilda Becker, não!

Viro modo bem-educado

Disfarçado e camuflado

De dizer PALAVRÃO.




1件のコメント

5つ星のうち0と評価されています。
まだ評価がありません

評価を追加
Raul Santos
Raul Santos
2023年11月22日
5つ星のうち5と評価されています。

AMO poesia !

いいね!
bottom of page